A profissão

CARACTERÍSTICAS DA PROFISSÃO

A atribuição básica do geógrafo é o estudo da produção do espaço e do ordenamento territorial, onde se evidenciam as inter-relações que a sociedade estabelece com a natureza. Estuda, pois, a dimensão dos processos humanos e naturais que moldam a superfície terrestre. Dessa forma, o geógrafo desenvolve 
pesquisa básica e aplicada, em universidades e institutos especializados, podendo também dedicar-se ao ensino fundamental, médio e superior.

A fiscalização do exercício da profissão de Geógrafo é exercida pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia CREA (ver texto da lei 6.664, de 1979, que regulamenta a profissão).

A profissão de geógrafo exige, portanto, uma formação ampla e crítica, dado o fato de lidar com uma grande variedade de temas, que vão da sociedade à natureza. Dentro dessa perspectiva, ele pode exercer uma série de funções. As principais estão listadas a seguir:

1) dedica-se ao planejamento territorial ambiental e regional, estudando áreas urbanas e rurais, o que envolve análises econômicas e políticas de questões habitacionais, de dinâmica das classes sociais, da produção do espaço, bem como de preservação do patrimônio histórico;

2) contribui para a área de Cartografia, produzindo mapas temáticos e manipulando informações através de técnicas de geoprocessamento;

3) assessora os órgãos públicos no traçado de limites de estados, municípios e regiões administrativas. Lida com a Aerofotogeografia e o Sensoriamento Remoto, lendo e interpretando imagens produzidas por radares, aeronaves e satélites orbitais;

4) elabora relatórios de impactos ambientais de obras de engenharia civil;

5) orienta projetos de empreendimentos turísticos e, sobretudo, projetos de desenvolvimento local, regional, nacional e mundial.